Fandom

Wiki Turma da Mônica

Turma da Mônica - Uso Racional da Água e Saneamento Básico

1 348 páginas
Nesta wiki
Adicione uma página
Discussão0 Share

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Uso Racional da Água e Saneamento Básico
Turma da Mônica - Uso Racional da Água e Saneamento Básico.png
Data 22 de Março de 2016 [1]
Editora Editora Maurício de Sousa
Preço da Capa Venda Proibida.
Apoio Governo do Estado de São Paulo e Trata Brasil
Realização Sabesp e o Instituto Cultural Maurício de Sousa.
Gênero Educacional.

Enredo Editar

A história começa com a Mônica, o Cascão e a Magali, perguntando para o Cebolinha se ele quer brincar com eles, já ele recusa, pois fala que está ocupado já que vai sair com o pai dele, mas pergunta se eles querem ir junto. Logo, já no carro do pai do Cebolinha, o Seu Cebola, a turminha vai perguntando aonde estão indo, e, mais tarde, chegam no local planejado, próximo da Floresta, a nascente do Rio Limoeiro.

Cascão, vendo o rio, sai correndo dali, mas é pego pela Magali, que sai empurrando ele para o resto da turma, que fica rindo, até porque, quando observam o Rio Limoeiro, acham estranho que a nascente (onde o rio nasce) é limpinha, só que, quando o rio passa do Bairro do Limoeiro e começa a chegar á cidade, ele está todo sujo e poluído. Seu Cebola, então, resolve explicar o porque disso: ele fala que, no começo do Rio, as águas são limpas e cheias de vida, podendo com ela pescar, nadar, mas não beber, pois não é uma água potável (já que o Rio recebe as impurezas que a chuva carrega no caminho por onde passa) e pode causar doenças.

Ele também fala que a água potável é a que não possui gosto e nem cheiro, é a própria para beber e fazer a comida, ela é feita a partir dos canos de uma estação de tratamento que a capta do Rio e passa por vários processos, até ser transformada em água potável, que abastece os locais e casas do Bairro do Limoeiro. A partir dai, as crianças continuam indagando o porque do Rio estar sujo pela cidade, cheirando mal e sem vida. Seu Cebola fala que à medida que o rio faz o seu percurso, começa a sofrer com os impactos da civilização à sua margem, como agrotóxicos, esgotos de mal funcionamento, e outros poluentes que afetam o ecossistema dessa região, desde os animais até as plantas.

Seu Cebola ainda fala que lixos descartados em qualquer lugar, como terrenos baldios, ou ligações clandestinas de água potável, que causam vazamentos, contribuem para contaminar o Rio e prejudicar a coleta e tratamento de esgotos, além de fazer com que crianças sofram de doenças e provocando enchentes de grandes proporções, resultado do entupimento de galerias pluviais, causando prejuízos para toda à população.

Personagens (em ordem de aparição):

Notas de rodapé

  1. Sabesp lança cartilha da Turma da Mônica em parceria com Mauricio de Sousa - Site da Sabesp (22 de Março de 2016). Visitado em 07 de Abril de 2016. Cópia arquivada em 20 de Junho de 2016.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória