FANDOM


"Serei os olhos de quem não pode ver, estarei ao seu lado o tempo inteiro. Serei sempre, aconteça o que acontecer, seu guia, amigo e companheiro."

Este é um artigo de um personagem! Clique aqui para saber mais.
Radar
Radar (atualmente).png
Informações de Fundo
Primeira Aparição
Mônica Nº 221 (Ed. Globo) - Dorinha, a Nova Amiguinha
(Novembro de 2004)
Informações do Personagem
Outros Títulos
Torpedo [1]
Aparência e Personalidade
Labrador de pelo marrom (as vezes bege), com focinho arrebitado e coleira com alça. Inteligente, atencioso, amável, competente e dócil.
Família
Willy, Mel e Meg (irmãos),
Mãe do Radar
Amigos
Dorinha, Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali, Marina, Luca, entre outros (...)
Inimigos
Capitão Feio
Objetivo
Ajudar sua dona, Dorinha, em suas caminhadas e auxiliá-la nas suas tarefas.

O Radar, também chamado de "Torpedo",[1] é o cão-guia da Dorinha, da raça Labrador. Vive atrás da dona, pois é leal e obediente. Se comporta como um cachorro normal e apenas late, ao contrário do Bidu e da sua Turma, que tem trejeitos humanos e falam. Radar costuma não aparecer muito, apenas acompanhando sua dona Dorinha em suas caminhadas.[2] [3]

Características e traços Editar

Cão-guia da raça labrador retriever, Radar é um cachorro de porte grande e de pelo marrom (uma curiosidade sobre a aparência de Radar, é de que a cor do pelo dele fica "clareando" ou "escurecendo" no decorrer de suas aparições, ou seja, constantemente é visto uma mudança de seu pelo marrom para bege ou tons mais escuros). Tem um focinho arrebitado e da cor preta, seus olhos são da mesma cor de seu pelo, só que mais claros, e tem um rabo longo e espesso.

Como sendo um cão de assistência para deficientes visuais, Radar tem uma coleira peitoral (que recorrentemente é da cor azul/amarela), com uma alça na qual Dorinha usa para apoiar sua mão e seguir o Radar, além disso, na sua coleira está escrito seu nome, em Braille.[4] Semelhante aos aspectos principais de sua raça, Radar é esperto, versátil, inteligente e dócil, bastante atencioso e amável com os amigos de sua dona.

Biografia e Histórias Editar

Radar (filhote) e seus irmãos em Mônica n9 (Panini), na historinha 'Quando eu Nasci...'.png

Willy, Mel, Meg e Radar, quando estes eram filhotinhos.

Radar tem 3 irmãos Willy, Mel e Meg, ambos nasceram saudáveis e sapecas, mas a infância deles acabaram rapidamente, e assim tiveram que pensar em uma profissão para seguir: Willy, por seu temperamento dócil e compenetrado, decidiu sua carreira, resolveu ser cão policial; Mel tem uma energia difícil de acompanhar, é muito espevitada e energética, por isso quis ser um cão de salvamento; Já Meg é meiga e muito alegre, só que tem deficiência visual, então Radar teve que cuidar dela, ajudando-a em momentos um pouco difíceis para ela realizar sozinha. Depois de ficar um tempo com sua mãe, Meg foi alegrar outra família.[4]

No tempo em que Radar ajudava sua irmã, ele percebeu que era meio estabanado, então decidiu aprender melhor como ser um cão-guia. Foi aí que encontrou sua carreira, decidiu ir para a escola de adestramento e conheceu novos amigos, junto a seu professor e instrutor técnico. Radar aprendeu a ter obediência e concentração, e acabou se formando com mérito, começando a ajudar Dorinha, que era cega desde que nasceu, como Meg.[4] Auxiliando por muitos anos a Dorinha, ambos se mudaram para o Bairro do Limoeiro, onde acabaram conhecendo Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e Marina, que estavam brincando de Cabra-Cega. As meninas, após conhecê-los, elogiam o visual da Dorinha, enquanto Cebolinha e o Cascão ficam brincando com Radar; depois de se divertirem juntos e brincarem, a Turminha passa a entender melhor as dificuldades de um deficiente visual, mas nem por isso deixa de menosprezar as outras habilidades de Dorinha, que é muito boa em Cabra-Cega.[5] Após esses acontecimentos, Radar permanece na Turma até hoje, com várias aventuras já presenciadas e vividas.

Aparições Editar

Radar em Mônica n225, na historinha 'O Colecionador de Velas'.png

Radar em Mônica Nº 225, de março de 2005.

Turma da Mônica (Globo) Editar

  1. Mônica Nº 221 - Dorinha, a Nova Amiguinha (Primeira aparição)
  2. Mônica Nº 224 - Eu Reparei no que Você não Reparou
  3. Mônica Nº 225 - O Colecionador de Velas
  4. A Volta do Capitão Feio!
  5. Mônica Nº 232 - Cheiro de Quê?
  6. Mônica Nº 236 - Cão Guiado ou Cão-Guia

Turma da Mônica (Panini) Editar

  1. Mônica Nº 9 - Quando eu Nasci...
  2. Mônica Nº 11 - Dia da Boa Ação
  3. Mônica Nº 21 - Radar com Lama
  4. Uma Aventura no Parque da Mônica Nº 24 - Aquele medão de cachorros
  5. Mônica Nº 57 - Dorinha
  6. Mônica Nº 67 - A Rampa
  7. Mônica Nº 75 - Cosquinhas na Barriga
A Turma da Mônica Wiki tem uma coleção de Imagens sobre:
Cebolinha tirando Fotos.png

Curiosidades Editar

  • Seu apelido já foi "Torpedo".[1]
  • Na sua coleira está escrito "Radar", em Braille.[4]
  • A cor de seu pelo fica clareando no decorrer de suas aparições, este erro contínuo de colorização ocorre principalmente nas edições da Editora Panini.

Notas de rodapé Clique no ícone para mais informações sobre as referências.

  1. 1,0 1,1 1,2 Mônica Nº 225 (Editora Globo) - O Colecionador de Velas, Pág. 13 (quadrinho 4)
  2. A definição e características do personagem foram retiradas de "Get Back - Personagens".
  3. Biografia - Personagens da Turma da Mônica, Radar.
  4. 4,0 4,1 4,2 4,3 Mônica 1ª Série - Nº 9 (Editora Panini) - Quando eu Nasci..., Págs. 54 há 61
  5. Mônica Nº 221 (Editora Globo) - Dorinha, a Nova Amiguinha, Pág. 7 há 17 (quadrinho todos)

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória