Fandom

Wiki Turma da Mônica

Isolda

1 348 páginas
Nesta wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Este é um artigo de um personagem! Clique aqui para saber mais.
Isolda
Informações de Fundo
Informações do Personagem

Mestra Isolda,[1] a bruxíssima[2] é uma bruxa e vilã secundária que quer se tornar a feiticeira mais poderosa de todas, e tem um corvo que fala superlativo (significa que ele conversa muito melhor que os outros). Apareceu pela única vez em Cascão Nº 21, da Editora Abril.

Características e traços Editar

Isolda tem o principio visual de bruxas, pele enrugada, nariz pontudo, dentes avantajados, etc. Descrita como uma bruxa à moda antiga, ela usa vestes pretas (semelhantes a um manto) de corpo e rosto arrendondado.[2] [1]

Também utiliza um chapéu vermelho com fivela azul, e tem cabelos curtos desengonçados da cor castanha escura, típicos de uma bruxa, com certo olhar de desprezo e certamente sombrio. Seu nariz tem verrugas e usa sapatos vermelhos.

História Editar

A Bruxíssima Isolda Editar

Isolda está na sua casa preparando sua poção para ser a bruxíssima mais poderosa de todas as bruxas, e de repente, ficou com uma tremenda dor de barriga. Felizmente, o seu corvo encontra no livro a sujeira de um menino que jamais tomou banho. E então, a bruxa prevê e sua bola de cristal, vendo o Cascão. Isolda e seu corvo voavam pela vassoura para o Bairro do Limoeiro, onde ele e Humberto rodavam pião.

Ao chegarem lá, Cascão e Humberto correram, mas o corvo os interrompeu, dizendo que a mestra Isolda que falar com eles. E esta ofereceu mil sorvetes pela ajuda dele, fazendo aparecer uma banheira, e começou a fuga dos meninos. Mas ela fez aparecer monstros, usando a sua magia. O corvo dela os chamou de monstríssimos, e os meninos pularam para a lama. Os monstros agarraram um deles, e pegou o ingrediente para fazer sua poção, mas na verdade não virou poderosissíma e começou a falar: "Hum hum hum!". Enquanto isso, no Bairro do Limoeiro, Humberto ficou limpinho e não o Cascão.

ReferênciasEditar

  1. 1,0 1,1 Cascão Nº 21 (Editora Abril) - A bruxíssima Isolda, Pág. 5 (quadrinho 2)
  2. 2,0 2,1 Cascão Nº 21 (Editora Abril) - A Bruxíssima Isolda, Pág. 3 (quadrinho 4)

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória