Fandom

Wiki Turma da Mônica

Cabeline (Cebologan)/História

< Cabeline (Cebologan)

1 348 páginas
Nesta wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

História

X-Mônicos Editar

Integrando com os X-Mônicos Editar

A história do Cabeline inicia-se com ele conhecendo a Magalie, de codinome Vampirada, no Bar Besouro. Ambos começam a conversar e acabam demonstrando seu poderes, no entanto, ao observar que os dois são Murmurantes, o dono do estabelecimento os expulsa do Bar Besouro.[1] Posteriormente, Cabeline acompanha Vampirada para fora do Bar, e acabam encontrando o Dentão-de-Sabre, um antigo inimigo do Cabeline, que os ataca, mais é impedido pelo Caolho e Chuvinha, integrantes do grupo X-Mônicos, que chegam e revidam contra o vilão, na qual escapa covardemente.[2]

Cabeline acorda na Mansão do Xaveco Xavier.png

Cabeline acorda após ter sido atingido pelo Dentão-de-Sabre, e, por seu fator de cura estar fraco, ele, Caolho, Chuvinha e Vampirada vão em direção a Mansão do Xaveco Xavier para ser tradado.[2] [3] Chegando lá, Cabeline acorda novamente dentro de uma enfermaria, onde encontra a Jean Gordei, uma doutora com poderes telecinéticos. No entanto, Cabeline não tinha noção do pavio-curto da Jean Gordei, e fala acidentalmente dos "dentões" dela, e acaba levando uma coelhada.

A Mansão do Xaveco Xavier Editar

Ao tentar escapar das coelhadas, na qual os ferimentos foram cicatrizados pelo seu fator de cura, Cabeline encontra o Xaveco Xavier, diretor, professor e líder dos X-Mônicos. Durante sua estabilização na Mansão, Cabeline acompanha Xavier numa caminhada pelo local, onde é apresentado aos pupilos que formam os X-Mônicos.[4] Xavier explica que a Mansão foi criada com a finalidade de ensinar aos Murmurantes a controlarem seus poderes, e estiverem a salvo da sociedade, ou das mãos do terrível Magnetácio.[4] [5]

Cabeline conversa com Xaveco Xavier.png

Em seguida, Cabeline supõe que o Magnetácio possa estar atrás dele, e, por isso, enviou o Dentão-de-Sabre para atacá-lo, mas sua fala é interrompida pela Jean Gordei, que revela que há algo ainda mais misterioso por trás disso, ocorre que o interior do corpo do Cabeline é revestido por um metal líquido azul, que é batizado pelo Xaveco Xavier como Coelhadamantium, no entanto, não se sabe o porquê, nem o intuito do metal.[6]

Mais tarde, ainda na Mansão, enquanto jogava vídeo-game, Cabeline recebe a informação de que Vampirada foi embora, acontece que Lucística (uma Murmurante que consegue mudar de forma), fez Vampirada se afastar do local aparentando ser o namorado dela, e, posteriormente, fingindo terminar com ela,[7] tudo por culpa de Magnetácio, que, mais tarde, iria revelar a questão do assunto pelo qual ele queria que Vampirada se retirasse da Mansão.[7] [8]

Resgate de Vampirada Editar

Após desconfiados, Cabeline e os outros membros dos X-Mônicos vão em direção ao Crânio, uma sala de alta tecnologia da Mansão que ajuda o Professor Xaveco Xavier a localizar Murmurantes. Depois de utilizar os mecanismos da sala, Xavier revela onde Vampirada foi detectada, mas, antes de se pronunciar, é interrompido por Jean Gordei, que fala onde Vampirada está antes dele, deixando, obviamente, Xavier bravo. Assim, Cabeline e os X-Mônicos vão para a Estação de Trem, destino na qual Vampirada está localizada, para resgatá-la das mãos do Magnetácio.[9] [10]

Resgatando Vampirada.png

Ao chegarem, Cabeline ordena que Magnetácio solte Vampirada, no entanto, por seu corpo ser revestido do metal, e Magnetácio controlar o metal, Cabeline conclui-se encurralado pelos poderes do Magnetácio, que acaba manipulando o interior do Cabeline feito de Coelhadamantium.[9] Em seguida, Magnetácio escapa novamente com Vampirada, que, em tampouco, chega o Senador Kéluis para revelar o mistério.

Ele é visto na forma de um pequeno dinossauro, o Gallimimus, isto porque ele explica o principal objetivo de Magnetácio querer a Vampirada. Acontece que Magnetácio planeja transformar todos os seres humanos existentes em saurantes (dinossauros), para eles voltarem a "governar" a Terra como antigamente, e iniciou-se essas transformações com o Senador Kéluis, mas, para que isso ocorra com todos, é preciso da Vampirada, pois ela tem poder forte o suficiente.

Após dar a informação, Senador Kéluis conta um enigma, que, decifrado, referia-se ao Rio de Janeiro, local onde estava Magnetácio e Vampirada, que estava sequestrada, onde, em pouco tempo, iriam transformar os humanos em dinossauros.

Confronto contra o terrível Magnetácio Editar

Em direção ao Corcovado, no Rio de Janeiro, Cabeline e seus amigos do X-Mônicos entram na estátua do Cristo Redentor, e, de repente, Lucística aparece na forma aparente do Cabeline, dizendo para eles se afastarem dali, no entanto, Lucística não percebe, mas acaba falando uma frase com R, e todos sabem que Cabeline fala com L, revelando seu disfarce e, posteriormente, iniciando-se um confronto dos X-Mônicos contra o grupo maligno do Magnetácio.[11]

Dentão-de-Sabre contra o Cabeline sob o Cristo Redentor.png

Após a disputa, Cabeline, Jean Gordei, Chuvinha e Caolho encontram Magnetácio, que, em uma jogada de sorte, manipula um cano de metal desalojado da estrutura do Cristo Redentor e acaba prendendo a equipe. Sem escapatória, Cabeline se vê obrigado a debochar de Jean Gordei, para que ele leve uma coelhada e, em seguida, desmonte o cano, que, em tampouco tempo, seu plano deu por funcionar.[12]

Livre da armadilha, Cabeline chama o Magnetácio para lutar, mas, como estava ocupado, seu capanga, o Dentão-de-Sabre, é destinado a confrontar com o Cabeline. Já fora da estátua do Cristo Redentor, ambos os dois começam a combater, e, logo, Cabeline é salvo por Jean Gordei que, por ter poderes telecinéticos, tenta acertar algo no Magnetácio para ele parar, e se concentra em algo pesado, que, por coincidência, era o próprio Dentão-de-Sabre, que acaba caindo sobre eles.[12] [13]

O combate final Editar

Após todos livres, Jean Gordei tem um plano, que remonta arremessar Cabeline ao Magnetácio, já que ele é revestido por Coelhadamantium. Ao ser lançado, Cabeline acaba parando a frente do Magnetácio, não o acertando, mas o suficiente para distraí-lo, e, posteriormente, fazendo-o não perceber que o Sansão também fora arremessado, acertando em cheio o capacete do Magnetácio e, em seguida, sua própria cabeça.[14] Fazendo isso, Magnetácio voltou a sua antiga personalidade, e se tornando bonzinho novamente, deixando todos felizes.[14] [15]

Final de X-Mônicos.png

Um dia depois do confronto terminado, os alunos da Mansão do Xaveco Xavier vão comemorar, tomando chocolate quente na cozinha. Enquanto isso, Cabeline revela para o Professor Xaveco Xavier que irá embora do local, pois vai procurar saber os segredos do seu passado e como conseguiu as garras de Coelhadamantium.

Xaveco Xavier então fala que um biscoito chinês da sorte pode ajudá-lo em sua busca, então Cabeline o abre e lê que o que ele procura está numa base militar abandonada, no Canadá. Ao se retirar do local, Cabeline se despede de todos os X-Mônicos, tão antes de roubar a bicicleta do Caolho, para ajudar em sua busca. Sendo assim, o término da história do Cabeline na HQ.

Referências Editar

  1. Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 14 (quadrinho 6)
  2. 2,0 2,1 Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 19 (quadrinho 1)
  3. Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 19 (quadrinho 5)
  4. 4,0 4,1 Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 21 (quadrinho 5)
  5. Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 22 e 23 (quadrinho 5 e 9)
  6. Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 24 (quadrinho 2 e 5)
  7. 7,0 7,1 Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 29 (quadrinho 4 e 5)
  8. Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 30 e 32 (quadrinho 4 e 17)
  9. 9,0 9,1 Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 33 (quadrinho 2, 3 e 4)
  10. Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 32 (quadrinho 1 há 7)
  11. Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 39 (quadrinho 6)
  12. 12,0 12,1 Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 41 (quadrinho 7)
  13. Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 43 (quadrinho 6 há 9)
  14. 14,0 14,1 Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 45 (quadrinho 3 há 5)
  15. Clássicos do Cinema Nº 47 (Editora Panini) - X-Mônicos, Pág. 45 (quadrinho 6)

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória