Fandom

Wiki Turma da Mônica

Bruxa Xanda/História

< Bruxa Xanda

1 348 páginas
Nesta wiki
Adicione uma página
Discussão0 Share

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

História
Bruxa Xanda.jpg

A Bruxa Xanda em Mônica Nº 19.

Este artigo é uma página anexa do artigo da Bruxa Xanda

HistóriaEditar

Turma da Mônica Editar

Dançando conforme a música Editar

Xanda aparece pela primeira vez na edição de Mônica N° 14, da Editora Globo, na historinha "Dançando conforme a música". No começo da historia, é revelado que a Bruxa Xanda é uma antiga feiticeira que anteriormente morava na Aldeia de Lem, e ajudava os habitantes do local com suas habilidades de bruxa.[1] Tudo começa quando Thuga procura a Bruxa Xanda para ela ajudá-la a conquistar o Piteco. Xanda a ajuda, dando a Thuga uma flauta que, ao ser tocada, a melodia encantará amorosamente os ouvidos daquele que estiver próximo, ou seja, o Piteco.[2]

Após muito testar, Thuga finalmente faz com que o Piteco a venere de amor, até chegar ao ponto de ambos irem ao altar. No entanto, a Bruxa Xanda chega ao casamento, e revela a Thuga que o encanto da flauta só dura três horas, e deve ser tocada sempre neste mesmo período para que Piteco possa ser reconquistado pela melodia.[2] [3] E Thuga, cabisbaixa, percebe que amor comprado não é verdadeiro, e revela que vai esperar o dia em que Piteco realmente a amará sem que ela utilize magia, entregando a flauta para a Xanda. Posteriormente, Thuga acha que esse negócio de música realmente pode atrair corações apaixonados, e por isso, a historia acaba com ela cantando terrivelmente mal na varanda do Piteco, que ouve tudo sonolento.[4]

A máquina do tempo Editar

Em uma edição desconhecida, da Editora Globo, Bruxa Xanda faz uma participação menor, aparecendo na lembrança de Thuga em apenas um quadrinho, quando Thuga recorda ao Piteco do futuro as tentativas frustradas dela de conquistar o Piteco do passado, relembrando a primeira aparição da Xanda, quando ela é chamada por Thuga para fazer exatamente isso, ajudá-la a conquistar o Piteco, só que acaba não dando certo, como você pode ver em "Dançando conforme a música".[5]

Minha gatinha menina Editar

Bruxa Xanda e Percival em Mônica 19.png

A Bruxa Xanda e seu gato, Percival em Mônica Nº 19.

Sua segunda aparição foi em Mônica Nº 19, da Editora Panini (1ª Série), na historinha "Minha gatinha menina", ela revela que se mudou para o bairro do Limoeiro por causa das despesas caras dos castelos assombrados, e agora está mais equipada e "modernizada", com computadores, televisão e microondas, algo que ela não tinha quando morava há muito tempo na Aldeia de Lem. Nessa edição, Mônica começa a vender doces para a Gincana da sua Escola, e chega na casa da Xanda.

Não sabendo que ela era uma bruxa, Mônica começa a importuna-la, e a Bruxa Xanda, como não gosta das pessoas e é muito mal-humorada, entra em uma discussão com seu gato, Percival (que é um dos 6 gatinhos que acabou por falar igual gente), e decide transformar Mônica em uma gata. Após isso, Mônica começa a andar pela rua (transformada em gata), e descobre a dura vida dos gatos vira latas. Depois disso, Mônica volta pra casa da bruxa, e depois do combate contra Xanda, a Bruxa se vê a dispor a transformação de volta em Mônica. E tudo volta ao normal.

Um felino natal a todos! Editar

Sua terceira aparição foi em Magali N° 24, na historinha "Um felino natal a todos!", ela aparece logo depois de Magali e Mingau entrarem acidentalmente no saco de ingredientes. Depois de colocar todos os bichos que ela vai usar na poção no saco, ela começa a voar em sua vassoura.

Apesar de Magali e Mingau tentarem fugir, Xanda não liga e continua com o voo, apesar de perceber que o peso tera aumentado. Logo depois de voltar a sua casa, ela fala que irá comprar um aspirador de pó para voar, pois sua vassoura é muito ruim e desconfortável, depois de sair, Mingau e Magali pulam do saco.

Enquanto Magali estava gritando por causa dos sapos dentro do saco, não liga para Mingau, que estava colocando um convite na cama de Percival, um de seus irmãos que resolveu morar com a Bruxa. Após várias confusões na casa da Bruxa, Magali e Mingau voltam ao Bairro do Limoeiro para entregar o último convite ao Nestor em um bueiro.

Uma selfie de aniversário Editar

Em Mônica Nº 99, no aniversário da Mônica, ela ganha de uma menina estranha um presente muito diferente, onde terá surpresas com a Bruxa Xanda. Mas ela quem é surpreendida!

Outras aparições Editar

Bruxa Xanda e Cascão.png

Referências Clique no ícone para mais informações sobre as referências.

  1. Almanaque do Chico Bento Nº 17 (Editora Panini) - Dançando conforme a música, Pág. 38 e 39 (quadrinho 1 há 4)
  2. 2,0 2,1 Almanaque do Chico Bento Nº 17 (Editora Panini) - Dançando conforme a música, Pág. 40 (quadrinho 1 há 2)
  3. Almanaque do Chico Bento Nº 17 (Editora Panini) - Dançando conforme a música, Pág. 47 e 48 (quadrinho 5 há 7)
  4. Almanaque do Chico Bento Nº 17 (Editora Panini) - Dançando conforme a música, Pág. 49 (quadrinho 1 há 4)
  5. Almanaque do Chico Bento Nº 18 (Editora Panini) - A máquina do tempo, Pág. 44 (quadrinho 6)

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória